Smartphones foram os dispositivos mais utilizados em 2020 para fazer compras

Aqui no blog da Tipay, nós já comentamos sobre a importância da experiência do usuário, que se baseia em uma série de fatores para tornar a usabilidade de um site ou aplicativo mais simplificada, intuitiva e agradável aos consumidores. 

Se você ainda não adaptou o seu e-commerce a esse conceito, é preciso correr, afinal, as compras on-line estão cada vez mais populares e a experiência do usuário pode ser um fator determinante para efetivar uma venda e fidelizar um cliente. 

O fato é que, se antes a utilização da internet para fazer compras e pagar contas já era uma realidade, com a chegada da pandemia do novo coronavírus, a população brasileira se tornou ainda mais adepta dessa prática. 

A justificativa para a ascensão das compras on-line, no entanto, não se limita apenas às medidas de prevenção à Covid-19, há ainda um outro fator determinante: os sites e aplicativos estão cada vez mais seguros e, por isso, encorajam as pessoas a fornecerem seus dados pessoais com mais tranquilidade. 

Novos hábitos de consumo  

Segundo levantamentos feitos pela Ebit/Nielsen, somente no primeiro semestre de 2020, o faturamento das lojas on-line do Brasil cresceu 47% em relação ao mesmo período do ano anterior – o que representa a maior alta do setor dos últimos 20 anos. 

Ao todo, foram 90,8 milhões de compras realizadas. Dentre elas, 7,3 milhões foram feitas por brasileiros que nunca haviam comprado pela internet até então. 

Já uma outra pesquisa, realizada pela Panorama Mobile Time/Opinion Box em agosto do ano passado, revelou que o smartphone foi o dispositivo mais utilizado para fazer compras on-line em 2020. Segundo o estudo, em seis meses, o número de pessoas que compraram ou fizeram pagamentos via aparelho celular aumentou de 85% para 91%. 

Como era de se esperar, os consumidores que mais utilizam o smartphone para fazer compras são os jovens. Entre os entrevistados, 91% das pessoas na faixa etária dos 16 aos 29 anos possuem esse hábito, enquanto entre os 30 e 49 anos, o percentual é de 93%. Já entre os consumidores com mais de 50 anos, a prática da compra on-line é comum para 82% dos entrevistados. 

Ainda segundo o levantamento da Panorama Mobile Time/Opinion Box, as redes sociais têm contribuído para a efetivação das vendas. Isso porque, 70% dos entrevistados afirmaram ter realizado transações via WhatsApp, 40% via Facebook e 39% via Instagram, reforçando a importância de as empresas estarem presentes em diversos canais para interagir com seus consumidores. 

Desempenho na Black Friday 

A Black Friday é uma das datas mais aguardadas do ano por e-commerces e lojas em geral. No ano passado, metade das vendas realizadas nesse período aconteceram por meio da internet. 

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Itaú, 50,4% das transações realizadas no final do mês de novembro (época em que a Black Friday tradicionalmente acontece) foram feitas de forma on-line, superando por pouco as vendas físicas e ultrapassando em 12% os resultados obtidos pelas lojas virtuais no mesmo período de 2019. 

Todos esses números são muito importantes para entender o cenário atual do mercado, os novos hábitos que foram desenvolvidos pelos consumidores no último ano e, principalmente, a relevância de ter um e-commerce preparado para atender essa demanda de compras on-line. 

Aqui em nosso blog, nós já passamos algumas dicas de como adequar a sua loja virtual para que ela ofereça a melhor experiência de compras aos seus clientes. Confira quais são elas e não perca essa oportunidade de implantá-las em seu negócio para aumentar ainda mais as suas vendas!

Compartilhe:

Twitter
Telegram
WhatsApp

Assine nossa newsletter

Para receber conteúdos exclusivos